domingo, 27 de abril de 2008

Senado estende aos aposentados do INSS reajustes reais do salário mínimo

Francisco Teixeira Nobre .




FONTE: Agência Senado

http://www.senado.gov.br/Agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=73619&codAplicativo=2
PLENÁRIO / Votações

09/04/2008 - 21h37
Senado estende aos aposentados do INSS reajustes reais do salário mínimo
[Foto: plenário do Senado ]
O plenário do Senado aprovou na noite desta quarta-feira (9), por unanimidade e em votação simbólica, projeto (PLC 42/07) que garante reajustes anuais do salário mínimo Entenda o assunto até 2011, recebendo sempre a inflação passada acrescida do mesmo percentual do crescimento real da economia de dois anos antes. Os senadores aprovaram uma emenda apresentada pelo senador Paulo Paim (PT-RS) que estende aos aposentados do INSS os mesmos reajustes concedidos ao salário mínimo. Assim, no dia 1º de fevereiro de 2009 o salário mínimo e as aposentadorias receberão, além da inflação de 2008, um aumento de 5,4%, que foi o percentual do crescimento do Produto Interno Bruto de 2007.
O projeto voltará ao exame dos deputados por causa da emenda de Paulo Paim. Caso a proposta seja aprovada pela Câmara e receba sanção do presidente da República, o governo terá de conceder, de forma retroativa a 1º de março, aumento real aos aposentados do INSS - eles receberam apenas a reposição referente à inflação.
Durante a discussão da matéria, o senador Aloizio Mercadante (PT-SP) subiu à tribuna para afirmar que o Congresso não podia estender aos aposentados o mesmo aumento real do salário mínimo, pois não indicou fonte permanente do novo gasto. Ponderou que se a emenda do senador Paulo Paim não for rejeitada pelos deputados e receber sanção do presidente da República, haverá novo fato de desequilíbrio das contas da Previdência, hoje com déficit anual próximo de R$ 44 bilhões.
O projeto original foi apresentado no ano passado pelo governo, depois de negociações com as centrais sindicais e parlamentares da base governista. Com a fixação em lei da fórmula de cálculo do salário mínimo até 2011, o governo quer dar previsibilidade às empresas e aos trabalhadores, depois de um período em que o mínimo teve aumentos reais substanciais negociados com o Congresso. A partir de agora, os reajustes estarão sempre ligados ao crescimento da economia.
Os aumentos serão baseados no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na verdade, o governo já vem aplicando desde o ano passado a fórmula prevista no projeto. Além dos reajustes, o projeto determina que a cada ano o governo retroceda em um mês a vigência do salário mínimo - o aumento de 2008, por exemplo, ocorreu no dia 1º de março. Em 2009, o reajuste será feito no dia 1º de fevereiro e, a partir de 2010, o mínimo subirá sempre no dia 1º de janeiro.
A proposta estabelece que até o final de março de 2011 o governo enviará ao Congresso projeto de lei fixando como será a política de valorização do salário mínimo de 2012 a 2013. O projeto determina ainda que o governo constitua um grupo de trabalho, com representantes dos ministérios, das centrais sindicais e de entidades patronais, para definir e acompanhar a política para o salário mínimo.
A matéria recebeu pareceres favoráveis dos senadores Valdir Raupp (PMDB-RO) e Osmar Dias (PDT-PR), que relataram o projeto, respectivamente, nas Comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE). Durante a discussão da matéria, os parlamentares enalteceram a luta do senador Paulo Paim para melhorar os reajustes dos aposentados do INSS.
Apenas os senadores Aloizio Mercadante e Romero Jucá (PMDB-RR), este líder do governo, fizeram restrições à extensão do aumento aos aposentados. Mercadantereconheceu o mérito da emenda de Paulo Paim, mas alertou para a falta de previsão no Orçamento da União para pagar o aumento real para os aposentados.
O líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM), sustentou que a oposição fazia uma homenagem ao senador Paulo Paim. O líder do DEM, José Agripino (RN), disse que os senadores estavam ouvindo o clamor dos aposentados do INSS, que se sentem injustiçados pelo governo por terem recebido neste ano um reajuste de 5%, contra 9,3% concedidos ao salário mínimo.
Eli Teixeira / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)


__._,_.___
Asaprev Florianópolis
Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previdência Social da Grande Florianópolis
Rua Felipe Schmidt, 249, Sala 1212, Centro Comercial ARS,
Centro, Florianópolis, SC,
CEP 88010-902
48-3025-6715, 48-3025-6714
www.asaprev.com.br
asaprev@asaprev.com.br

57 comentários:

eltonvsantos disse...

Acho que demorou para esses caras fazerem isso ainda é pouco!

contieriabad disse...

Acho que o Dep. Paim tá jogando para a platéia, só fazendo média,pois já sabe que não vai passar.Isso é contra os interesse do partido dele.

willtm2003 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
eltonvsantos disse...

Já voltaram atrás era bom demais pra acreditar!

eltonvsantos disse...

Pô esse site precisa de atualizações!

eltonvsantos disse...

Feliz Ano Novo para todos os aposentados e espero que venha um reajuste melhor em 2009

eltonvsantos disse...

Ouvi falar em 5,7% será que é verdade?Vamo ver!

eltonvsantos disse...

Só 4% isso é uma vergonha!

eltonvsantos disse...

Ouvi falar em 5,9% no JN!


Graças á Deus

Elizabeth disse...

Claro p/o Sr.Presidente Luis Inacio Lula da Silva quanto menos o reajuste melhor p/ele porque ele nao precisa c/seu salario de 4.800,00 e seu filho ja esta c/patrimonio de 5 milhoes p/quem cuidava de animais em um zoologico c/salario de 600,00,portanto dane-se os aposentados que sustentou nosso INSS.

Elizabeth disse...

disse salario mas,e APOSENTADORIA de 4.800,00......................................

willtm2003 disse...

UMA VERGONHA, imaginem 5,92% não chega nem a R$ 100,00- Vou fazer o q?Continuar devendo aos outros, pq o que ganho não dá para pagar minhas contas.LULA esqueceu a origem deles.Também já está coma vida arrumada e a família idem.Pobres de nós

eltonvsantos disse...

Vamo reclamá pq se ñ reclama vai fica do jeito que tá

Ivan disse...

Não adianta chorar voces tem o governo que merece, ano que vem tem eleiçao, vamos ver se aprenderão alição. ( ESTOU CANSADO DE SER ENGANADO É VOCES )

eltonvsantos disse...

No Brasil so tem politico de merda eles so querem saber de enricar com o dinheiro do povo!

eltonvsantos disse...

Ficou pra Julho a votação desta mp só resta esperar!!!sorte pra nois aposentados!!!!

valdirc disse...

estes senadores deveriam rever os gastos de todos os parlamentares para declararem estas desculpas

eltonvsantos disse...

Político é tudo igual só muda o nome e o partido!!!!!

Wilma disse...

AMIGOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS, por favor cadastrem-se no site www.fatorprevidenciario.com.br.Estamos juntos lutando para a DERRUBADA DO VETO DO LULA contra nossos direitos, por favor divulguem, acessem, vamos a luta.Precisamos nos unir cada vez mais, ver quem é a nosso favor e que é contra.VAMOS LUTAR- CADASTREM-SE.DEUS NOS AJUDE

eltonvsantos disse...

É isso aí vamos nos unir para lutar pelos nossos direitos não podemos assistir esse ato anti-constitucional e ficarmos parados vamos juntos lutar pelos direitos dos aposentados!!!Isso é uma vergonha!!!!!

eltonvsantos disse...

Precisamos nos cadastrar no site e exigir o fim do fator previdenciario que esta diluindo nossas aposentadorias!!!!!!

Wilma disse...

Senadores cobram dos deputados votação que garante reajuste na aposentadoria
Ter, 30 de Junho de 2009 17:26 Administrador Os senadores Sérgio Zambiasi (PTB-RS), Paulo Paim (PT-RS), Mário Couto (PSDB-PA) e a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (30), com o líder do Governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS) e representantes da Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (COBAP). O objetivo do encontro foi cobrar a votação dos PLs (3299/2008) e (01/2007) na Câmara dos deputados. "Este é o momento para o Governo dizer "sim" aos aposentados apresentando uma política justa e coletiva", disse Zambiasi.

O PL (3299/2008) de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), relatado pelo deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) modifica a forma de cálculo dos benefícios da Previdência Social. Já o PL (01/2007) do Executivo concede o mesmo percentual de reajuste do salário mínimo a todos as aposentadorias e pensões.

Desde 2002, os aposentados vêm alimentando uma esperança, buscando uma resposta e novo posicionamento do Governo Federal para corrigir uma defasagem no salário. Segundo o senador Zambiasi o acordo para votar os projetos seria ideal para reverter esse quadro, possibilitando melhores condições a esses cidadãos brasileiros, que tanto contribuíram para o país. "Acredito na sensibilidade e no potencial do Governo em reparar esse erro", afirmou Zambiasi.

Durante a reunião, o líder da Câmara Henrique Fontana demonstrou disposição para trabalhar e contribuir a favor dos aposentados e pediu para que as negociações continuem antes de partir para um confronto entre Governo e demais interessados. Ele afirmou o compromisso de apresentar uma proposta definitiva do Governo no início de agosto próximo. "Não vamos nos precipitar.Queremos e precisamos intensificar o debate sobre este assunto", disse o Líder Fontana.

"Não podemos perder a credibilidade na defesa dos aposentados. Todas as vezes que viemos à Brasília, nós que representamos os aposentados, e pensionistas, voltamos sem solução. O que vamos falar agora?" questionou o presidente do Cobap, Warley Martins. O senador Sérgio Zambiasi garantiu total apoio à causa e disse que continuará articulando para acelerar a votação na Câmara.

Escrever comentário (19 Comentários)

Wilma disse...

E a responsabilidade do governo com o déficit da Previdência, onde fica?
Qua, 01 de Julho de 2009 17:52 Administrador A Previdência Social desde sua fundação deveria ser lastreada pelos trabalhadores, empregadores e governo. Acontece que os trabalhadores pagam sempre, os empregadores pagam às vezes e o governo não paga nunca.


A dívida do governo com a Previdência supera a cifra de US$ 60 bilhões, do megacalote que o fraudador norte-americano Madoff deu aos investidores do mundo inteiro. Madoff foi condenado a 150 anos de prisão. Qual deveria ser a pena do governo? Dê o seu veredicto.



Desculpe, a piada é velha, mas ainda vale.

VAMOS A LUTA AMIGOS, cadastrem-se e ajudem a nossa causa-

Wilma disse...

Jovens engajados na luta contra o Fator Previdenciário
Qua, 01 de Julho de 2009 17:51 Administrador Muitas das pessoas mais jovens não costumam dar a devida atenção ao tema da Previdência Social. Mas isto não deveria ser assim. Os jovens não conseguem enxergar no futuro uma previdência na qual possam confiar. A solução, então, não é mexer na Previdência. A solução é gerar empregos, já que a Previdência anda de mãos dadas com o emprego.



O Movimento da Juventude Petebista está engajado em todo o Brasil na luta para derrubar o Fator Previdenciário. Estamos mobilizando nossos militantes no sentido de podermos dar as mãos aos movimentos de defesa dos aposentados e pensionistas, para juntos irmos à Câmara pressionar os parlamentares a votarem com urgência os projetos de interesse dos aposentados.



A juventude do PTB está preocupada com a triste realidade de que as políticas públicas voltadas para os idosos no nosso País estão muito aquém das necessidades dos aposentados. Por isso estamos assumindo o compromisso de lutar pelos direitos dos pensionistas, até porque o jovem de hoje será o idoso de amanhã, e se não lutarmos hoje para dotar a Previdência Social de um sistema de benefícios mais justo e adequado à realidade da população, não imagino como será na época em que os que são jovens hoje precisarão se aposentar. Em virtude disso, o MJT está encampando esta batalha. Contem com a força da juventude!


"Não podemos perder a credibilidade na defesa dos aposentados. Todas as vezes que viemos à Brasília, nós que representamos os aposentados, e pensionistas, voltamos sem solução. O que vamos falar agora?" questionou o presidente do Cobap, Warley Martins. O senador Sérgio Zambiasi garantiu total apoio à causa e disse que continuará articulando para acelerar a votação na Câmara.

Amanhã, segundo o senador, lideranças governistas terão uma reunião na Câmara sobre como irão se comportar em relação ao PLS 296/03 e ao PLC 42/07 - as duas propostas estão prontas para votação dos deputados. O primeiro, de Paulo Paim, acaba com o chamado "fator previdenciário". O segundo, que trata de aumentos para o salário mínimo, recebeu uma emenda de Paim para que os reajustes do mínimo sejam estendidos aos aposentados.

Última atualização em Ter, 30 de Junho de 2009 12:35
Mais Artigos...

Fator Previdenciário: é preciso se mobilizar
Senador Sérgio Zambiasi critica demora na derrubada do veto presidencial ao reajuste dos aposentados
Presidente do PTB afirma que o "governo sente o cheiro da derrota" na votação do veto e do Fator Previdenciário
www.fatorprevidenciario.com.br

Wilma disse...

O PL (3299/2008) de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), relatado pelo deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) modifica a forma de cálculo dos benefícios da Previdência Social. Já o PL (01/2007) do Executivo concede o mesmo percentual de reajuste do salário mínimo a todos as aposentadorias e pensões.

Desde 2002, os aposentados vêm alimentando uma esperança, buscando uma resposta e novo posicionamento do Governo Federal para corrigir uma defasagem no salário. Segundo o senador Zambiasi o acordo para votar os projetos seria ideal para reverter esse quadro, possibilitando melhores condições a esses cidadãos brasileiros, que tanto contribuíram para o país. "Acredito na sensibilidade e no potencial do Governo em reparar esse erro", afirmou Zambiasi.

Durante a reunião, o líder da Câmara Henrique Fontana demonstrou disposição para trabalhar e contribuir a favor dos aposentados e pediu para que as negociações continuem antes de partir para um confronto entre Governo e demais interessados. Ele afirmou o compromisso de apresentar uma proposta definitiva do Governo no início de agosto próximo. "Não vamos nos precipitar.Queremos e precisamos intensificar o debate sobre este assunto", disse o Líder Fontana.

"Não podemos perder a credibilidade na defesa dos aposentados. Todas as vezes que viemos à Brasília, nós que representamos os aposentados, e pensionistas, voltamos sem solução. O que vamos falar agora?" questionou o presidente do Cobap, Warley Martins. O senador Sérgio Zambiasi garantiu total apoio à causa e disse que continuará articulando para acelerar a votação na Câmara.
Última atualização em Qua, 01 de Julho de 2009 18:05
O cartão da Previdência é mais importante do que o CPF
Qua, 01 de Julho de 2009 17:50 Honésio Ferreira O governo quer criar um documento único de identidade, com chip e número nacional que incluirá habilitação de motorista, dados bancários, título eleitoral e CPF. O PTB também quer. Só que no nosso estatuto o documento único é o número da Previdência Social.

Os outros interesses do governo, arrecadação, arrecadação e arrecadação, deveriam vir em segundo plano. Em primeiro lugar está a Previdência Social, que é a verdadeira cidadania. Inclusive

Ficaria mais fácil para os trabalhadores requererem seus benefícios e comprovarem o seus direitos. No mundo inteiro o cartão do seguro social é mais importante que qualquer outro documento. Aqui é o CPF. E o governo não está nem um pouco preocupado com a Previdência.
Última atualização em Qua, 01 de Julho de 2009 18:05
Lideranças vão discutir aumento do mínimo e fator previdenciário
Ter, 30 de Junho de 2009 12:33 Agencia Trabalhista de Notícias O senador Paulo Paim (PT-RS) informou ao Plenário que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lhe disse, em rápido encontro em Porto Alegre, na última sexta-feira (26), que o governo deve decidir nas próximas horas sobre os projetos que estão no Congresso e que concedem aumentos acima da inflação aos aposentados do INSS. Paim disse estar "esperançoso", pois sentiu "sensibilidade" no presidente ao falar do assunto.

Amanhã, segundo o senador, lideranças governistas terão uma reunião na Câmara sobre como irão se comportar em relação ao PLS 296/03 e ao PLC 42/07 - as duas propostas estão prontas para votação dos deputados. O primeiro, de Paulo Paim, acaba com o chamado "fator previdenciário". O segundo, que trata de aumentos para o salário mínimo, recebeu uma emenda de Paim para que os reajustes do mínimo sejam estendidos aos aposentados.

Wilma disse...

Gente, se não nos juntarmos agora nessa grande batalha, ficará bem pior. Independente de idealismos políticos, o que nos interessa é estar com aqueles que estão lutando por nossa causa, então, por favor façamos uma grande corrente e juntos venceremos.Não esqueça de uma coisa, 2010 ta próximo, vamos dar a eles o que nós derem entenderam?ENTÃO VAMOS A LUTA

eltonvsantos disse...

É isso aí não devemos baixar a cabeça ano que vem temos q votar pelos nossos interesses força aposentados!!!!!

Miriam disse...

Os aposentados até o limite de dez salários mínimos deveriam receber o reajuste baseado no salário mínimo. O que exceder disso (tem muitas pensões e aposentadorias que excedem, por recursos e engodos jurídicos, marajás, e outros) ficaria estagnado, para ir se diluindo com o tempo.
Isso seria o justo.
Agora, o que o governo criou com assistencialismo (tipo ajuda de pobreza, gente que nunca contribuiu ganando salário mínimo), aposentadoria para os informais com descontos de 11 por cento em vez do 20 por cento que todos pagam, aposentadorias rurais para gente que nunca contribuiu, etc, etc., tudo isso deveria sair de algún outro fundo do governo e não da Previdencia.
Como é possível que haja dinheiro para todo e esteja se ajudando a gente que nunca contribuiu etc. etc, enquanto se da calote aos aposentados que contribuiram pontualmente durante anos e anos na esperanza de recebir o justo?
Não ha duvida de que os programas prioritários do governo são puramente eleitoreros, e que o denheiro da Previdência é usado para otros fins.

Miriam disse...

É sabido que o dinheiro da Previdência é muito, tanto quanto o orçamento de um pequeno pais europeu, tal como Mónaco ou San Marino, então, por que nunca alcança? Simplesmente porque é usado para pagar aposentadorias de gente que nunca contribuiu.

E também porque todo tipo de aposentadorias sai do "mesmo saco", tem gente que ganha aposentadorias milionárias, e por força de liminares, etc, continuam recebendo.
Vejam só: a gente, quando estava contribuindo, cumpliu com seus pagamentos para garantir um certo patamar que, naquela época ia até dez salários. Podia ser cinco, quatro salários, mas a genta imaginava que haveria certos parâmetros.
Agora, dividiram assim: até um salário é tanto, acima disso é tanto,sendo que é uma miséria.
Até parece que uma pessoa que recebe dois salários estaria recebendo uma fortuna.
Vocês já veram o custo de remédios e de PLANOS DE SAUDE?
Estos sim são reajustados fartamente.
O Governo pega o dinheiro da Previdencia para outros fins, por isso nunca há dinheiro , segundo eles, para reajustar aos aposentados, que são os legítimos donos do dinheiro da Previdência
Vejam só o exemplo que está dando o Senado, que gastança, quantos atos secretos.
Os políticos se elegem para se aproveitar e tirar vantagens.
Há dinheiro para tudo menos para nós.
Muita injustiça e robalheira.

eltonvsantos disse...

Ótima declaração miriam esses politicos sempre se aproveitam do nosso dinheiro nos e que deveriamos tomar conta dessa grana e não esses ladrões!!!!!

eltonvsantos disse...

deviamos fazer um plebiscito para escolher um novo valor das aposentadorias e pensões!!!!

Luci disse...

esperança....esperança........esperança,estamos cansados de tanta injustiça.

Luci disse...

ESPERANÇA.....ESPERANÇA.......POR FAVOR.......ESTAMOS CANSADOS DE TANTAS PROMESSAS.

eltonvsantos disse...

o governo lula só aceita dar o reajuste de 6,9% naum quer a quebra do fator previdênciario que ladrão!!!!!!

Flávio Loureiro, disse...

Homenagem ao senador Paulo Paim na Assembléia Legislativa do Rio-Medalha Tiradentes, na próxima sexta-feira, às 14h, no plenário. Iniciativa da deputada estadual Inês Pandeló (PT-RJ)

silvestre disse...

Caros aposentados a culpa desta situação não é do governo, e sim daqueles que insistem em votar nos mesmos candidatos, ou nos filhos dos mesmos, sobrinhos dos mesmos, ou netos dos mesmos, naõ interronpendo o círculo vicioso de interesses(particulares),naõ coletivos, resultando assim em gordos benefícios (particulares). Nós aposentados somos taõ incompetentes que naõ conseguimos colocar nossas mentes em um único objetivo, nosso bem estar.Temos muito que aprender com os pemdebistas(o maior partido de aluguel já existente), que sem ter ambiçoes presidenciais, consegui tudo o que quer através da barganha.

Rosivan disse...

Só se for na França.A M... já voltou pro C....Atualiza essa porcaria.

Rosivan disse...

Só se for na França.A M... já voltou pro C....Atualiza essa porcaria.

Wilma disse...

AOS RESPONSÁVEIS PELO SITE, SE NÃO PRETENDEM MAIS CONTINUAR COM O MESMO, MELHOR DESATIVÁ-LO, JÁ QUE O MESMO ENCONTRA-SE SEM ATUALIZAÇÃO DESDE 2008.COM TANTAS NOTICIAS ATUAIS PARA POSTAR, ESTAGNOU.
AGRADECEMOS,

Wilma disse...

Rosivan, acabei de postar solicitação dce atualização do site,caso contrário é melhor desativá-lo não é mesmo?Agora você pode fazer contato também através do www.cobap.org.br, wwww.fatorprevidenciario.com.br e fazer suas postagens.Os sites são atualizados diariamente.Abraços

Oswaldo disse...

diante de tantos vechames patrocinados pelos 3 poderes, fico pensando que se houvesse um plebicito na data de hoje, certamente o regime mais apropriado para este "Pais" seria a Monarquia....assim não passariamos por tantas decepções como as que os aposentados que se dedicaram a vida todo por este pais, e hoje estam levando, literalmente um PÉ NA BUNDA desses que se dizem senadores/dePUTAdos, etc...

Wilma disse...

Para todos os aposentados desse país, que ainda acreditam na justiça divina.
Assinem o abaixo assinado na internet no: www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/5438, temos que continuar a luta, não vamos aceitar essa esmola de 6,2%,quando há UMA BOLSA BANDIDO,auxilio-reclusão de R$ 752,122. ASSINEM E DIVULGUEM, é nosso o interesse. Abraços

Paulo roberto santanna disse...

tanto dinheiro nas meias e os aposentados estão descalços que não irão votar na Dilma

Ivan disse...

Companheiros Aposentados e Pencionista do INSS,este ano tem Eleição para Presidente, vamos eleger o governante que vai governar o Pais por quatro anos, chega de bala juquinha, vamos decidir juntos o melhor para nossas familias, não vão acreditar, em tudo que eles falam,porque nem tudo que eles falam vão cumprir, não se deixe levar pela emoção e sim pela razão.

Ivan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo roberto santanna disse...

Cadê os senadores e deputados que estavam lutando pelos aposentados que ganham acima de um salário mínimo estou vendo que eles não tem força nenhuma no congresso pois até o momento não fizeram nada por nós

um poeta em ação disse...

penso que enquanto nós povo,aposentados ou não,descobrir mos que somos os patroes, não os empregados, não havera melhora signigicativa,em area nenhuma,nós o povo contratamos o politico atravez do voto,e podemos sim,demitilos,quando não fazem o que deveriam fazer,é isso que todos teem que perceber,deixar de ser manipulado e ver que quem manda no paiz, somos nós, não eles.Vamos exigir por escrito e registrado pelos candidatos,toda proposta feita aos aposentados,uma vez não feita,que saia,do posto pelo qual elegemos.

ademar cesar disse...

OL SENHORES APOSENTADOS,EXISTE UMA SOLUÇAO PARA NOS,PARA QUE NAO FICASSEMOS NESSA MESQUINHARIA DO GOVERNO,O QUAL SAI UM ENTRA OUTRO E SEMPRE CONTINUA A MESMA COISA,SABE GENTE ISSO NAO MUDA POR CAUSA DA VELHA GUARDA,QUERO DIZER OS ALMOFADINHAS QUE LA ESTAO POR MAIS TEMPO,(OS VELHOS DE CASA)ELES SEGURAM TUDO,PENSE TODOS OS QUE PROMETERAM UMA PORÇAO DE COISA PARA NOS QUANDO CHEGA LA ESQUECEM TUDO,NAO DA PARA ENTENDER NAO E,A UNICA SOLUÇAO PARA OS APOSENTADOS E PENSIONISTA E IMPLANTAREM NOVAMENTE O CPMF,ISSO NAO E COISA DE DOIDO NAO ISSO E A SOLUÇAO PARA NOS E PARA O BRASIL,A IDEIA E A SEGUINTE,CIDADAO DISTRIBUI RENDA PARA CIDADAO,O QUAL SERIA DIVIDIDO EM PARTES IGUAIS ENTRE O APOSENTADOS E PENSIONISTAS,O QUAL FARIA COM QUE ESSA CLASSE SOFRIDA VOLTARIA A VIVER COM DIGNIDADE,SEUS FILHOS ESPOSAS TERIAM ACESSOS A CONVENIOS,SUPERMERCADOS,CARROS E MUITO MAIS COISAS,INIBINDO A POBREZA,A MARGINALIDADE E TUDO QUE DE RUIM TRAS ESSA VIDA MISERAVEL QUE PASSA OS APOSENTADOS,COM ESSA ARRECADAÇAO O GOVERNO ARRECADARIA MUITO MAIS O PAIS TERIA UMA IMENSA CONTRATRATAÇAO DE FUNCIONARIOS,CONCLUSAO SERIAMOS IGUAL UM PAIS DE PRIMEIRO MUNDO,E SO ANALIZAR E CONCLUIR ESSA IDEIA.

TeekaBlogger disse...

Prezados Srs;
Transcrevo abaixo correspondência, por mim enviada, à Redação da Revista Veja, por sí só explicativa:



"Att. SR DIRETOR DE REDAÇÃO - SEÇÃO LEITOR

Prezados Srs;
Sou assinante desta revista há muitos anos, e tenho, não só concordado com a linha editorial da publicação bem como com as ideias defendidas claramente por ela. No entanto, surpreendí-me com a matéria citada acima, assinada pelo Sr. Diego Escosteguy, que de forma hipócrita e irresponsável, afirma que se se fizer justiça aos aposentados deste país, os mesmos serão responsáveis por uma quebradeira nacional. Ora, uma revista séria de comportamento investigativo, e de denúncias ao longo de toda a sua existência, não pode estar falando sério quando faz tal afirmação, mesmo, porque todos nós sabemos que basta ao governo controlar seus gastos em outras áreas que nada teem a ver com os aposentados, basta ao governo impedir os desvios vergonhosos de recursos públicos, basta ao governo se convencer que a caridade começa dentro de nossas casas antes de fazermos uso da mesma para, aí sim, praticarmos um populismo externo com intenções megalomaníacas, cestas básicas eleitoreiras, socorro à banqueiros bilionários em detrimento de uma saúde caótica com "aposentados", Sr. Diego, morrendo nas filas da previdência sem remédios e sem nenhuma assistência.
Talvez o Sr. Diego tenha um ótimo plano de saúde patrocinado pela Abril, talvez o Sr. Diego não tenha , em sua família, aposentados necessitados de uma vida decente, talvez por isso, este Sr. Diego Escosteguy tenha tido a coragem de assinar uma matéria tão vil e mentirosa.
Duvido muito que este meu email seja publicado, de qualquer forma, com relação a mim, profundamente decepcionado e principalmente indignado com esta Revista pelo posicionamento assumido diante do assunto, terei minha assinatura vencida em setembro e não mais farei a renovação, até porque como aposentado em difícil situação de subsistencia, não conseguirei fazer o sacrifício de pagar por uma publicação que luta contra os meus mais justos e legítimos interesses."


Carlos Augsto de Oliveira

Fernando Costa disse...

Esse Paulinho da Forca, heim? Colocou os aposentados na maior FORCA. Agora, nem os 7,7%, nem os 6,14%. Como vamos ficar, vamos pedir esmola a Lula?

marco disse...

Depois de 35 anos de trabalho e contribuir para o inss, consegui me aposentar, mais não consigo entender o porque da diferença entre contribuir com um valor correspondente e receber outro apois me aposentar. sera que eles achão que o aposentado gasta menos ou vale menos depois de tudo o que nois fizemos por este pais, esta na hora de se fazer justiça

sergio sa disse...

Vamos ver se agora sai tambem uma politica de reajuste para as aposentadorias como querem fazer com o salario minimo.Vamos mandar e-mails para os senadores e deputados icentivando-os a isso.

Paulo roberto santanna disse...

O salário dos políticos são reajustados a moda Bangú não tem índice,o aluguel sobe 11%,quem ganha mais que um salário,6% está uma pouca vergonha esta discurssão sobre o salário mínimo,os dois devem ser revistos e terem um aumento Real,salário mínimo R$ 600,00 reais e fim de papo,e quem ganha mais que um salário e 15% de reajuste já.

AlfaZero disse...

Quantos aposentados da iniciativa privada somos ?, este ano podemos fazer a diferença, sabiam ?, ANULEM seu voto, que logo vão querer saber porque, ai responderemos, e como fica o ajuste real DE NOSSA ESMOLA, pelo que fomos aposentados. É FÁCIL, deixem de ser covardes e medrosos, somos mais que todas as forças policiais e militares juntos.

AlfaZero disse...

Quantos somos, quem somos, ou seja façamos a diferença nas eleições de 2012, ANULAR O VOTO, que logo começaremos a fazer presença, e iniciar o processo de revitalização de nossos valores *reais* de aposentados, indiferente do que os políticos apregoam , como arma de sensibilização, sabendo ma força que temos, estes tremem na base, rezando para que não venhamos a se unir e iniciar um manifesto a Nível Nacional, experimentem para ver o resultado.

Fernando Costa disse...

É isso mesmo, temos que tomar uma atitude. O mesmo governo, que diz estar com um imenso buraco nas contas da previdência, quer conceder aposentadoria a donas de casa com, apenas, 60 contribuições. Nós que contribuímos durante uma vida, somos prejudicados pelas ações do próprio governo, que distribui benefícios a quem nunca contribuío. Vamos mobilizar os aposentados de todo o Brasil, para anular o voto. Vamos lançar a campanha "SOU APOSENTADO, NÃO VOTO EM NINGUEM".

Arnaldo Ribeiro disse...

AO RESPONDER À PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO DA JUSTIÇA NO BRASIL, É IMPERIOSO TORNAR PÚBLICO O FATO QUE SE SEGUE; PORQUE DEUS SABE QUE ENQUANTO HOUVER INJUSTIÇA ENTRE OS HOMENS, NÃO HAVERÁ PAZ NA TERRA:
Saiba todo o Povo Desperto que as principais Autoridades que se assenhorearam do poder da justiça, como titulares do STF e do CNJ; já têm conhecimento e se mantém indiferentes ante a consumação de mais uma injustiça: Depois de ter sido julgado favoravelmente em última Instância, pela 3ª. Região do STF; o Processo no. 88026001-2 de 1988, foi sumariamente sepultado vivo pela 14ª. vara da justiça federal em São Paulo/SP, por falta de IRRESIGNAÇÃO; constituindo-se em prova formal e inconteste de um vergonhoso calote judicial, perpetrado por pura maldade contra um jornaleiro-Pai de família, sacrificando particularmente órfãos e viúva que dependerão da respectiva aposentadoria para sobrevivência; corroborando o injusto e desumano estado de direito que tem imperado nessa babilônia brasileira.
(GL.4.30) – Contudo, que diz a Escritura? (SL.68.5) – Pai dos órfãos e juiz das viúvas é Deus em sua santa morada; (PV.21.23) – porque o Senhor defenderá a causa deles e tirará a vida aos que os despojam:(SL.33.14) Do lugar da sua morada, observa todos os moradores da terra: (1CR.16.14) – Ele é o Senhor nosso Deus; (RM.2.6) – que retribuirá a cada um segundo o seu procedimento: (DT.27.19) – Maldito é aquele que perverter o direito do estrangeiro, do órfão e da viúva: (EC.34.26) – Quem tira a um Homem o pão que ele ganhou com o seu amor, é como o que mata seu o próximo: (HB.10-30) – Ora, nós conhecemos Aquele que disse: A mim pertence a vingança, eu retribuirei; (LS.1.15) – porque a justiça é perpetua e imortal: (JB.15.25) – Isto, porém, é para que se cumpra a palavra escrita na sua lei; (JR.4.27) - pois assim diz o Senhor: (ML.3.5) - Chegar-me-ei a vós outros para juízo; serei testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros. contra os que juram falsamente, e contra os que defraudam o salário do jornaleiro, e oprimem a viúva e o órfão, e torcem o direito do estrangeiro e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos: (PV.28.20) –O Homem fiel será acumulado de bênçãos, mas o que se apressa a enriquecer não passará sem castigo: (JR.16.21) – Portanto, eis que lhes farei conhecer, desta vez lhes farei conhecer a minha força e o meu poder; e saberão que o meu nome é Senhor Arnaldo Ribeiro; (FL.2.6) – pois ele, subsistindo na forma de Deus, não julgou como usurpação ser igual a Deus; (LS.2.23) – porquanto Deus criou o Homem inexterminável, e o fez à imagem da sua semelhança: (JÓ.16.19) –